Não importa que algo de bom tenha acabado. O que importa é que algo de bom tenha acontecido.

E por Falar Poesias...

e eu ainda tenho vontade de cantar "Darlin' be home soon"...

Textos


inha eu que viver por mais um dia,
se tantos são, que já me bastam os anos?
Se em mim agora só perdura à vista,
a desventura de momentos insanos?

Que me adianta acumular minutos,
se os segundos, dos quais eles são feitos,
só trazem a mim as dores e os tormentos,
que trago logo estampados ao peito?

E os minutos, seguindo contrafeitos,
hereges horas, que a brisa não sublima,
momentos tolos, quase satisfeitos,
de se perderem ao mar de pesadelos.

Os sonhos mortos, embora não se busquem,
se sentem livres a procurar a esmo,
embriagar-se e se fartarem aos leitos,
e se encorajam a serem tão perfeitos.

"Tolices vãs!", diriam com certeza,
os que se sentem à margem do pecado,
os que vivem a vida imunes à tormenta,
por achar em vida o que tenho procurado.
Lucas Castro
Enviado por Lucas Castro em 20/04/2020


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras