Não importa que algo de bom tenha acabado. O que importa é que algo de bom tenha acontecido.

E por Falar Poesias...

e eu ainda tenho vontade de cantar "Darlin' be home soon"...

Textos


Tão tarde
(16.04.09)

ão há mais nada a fazer
quando tudo já se tornou tão tarde,
a não ser esperar o tempo se perder
na imensidão do universo.
Quem sabe se escrever um verso
que ajude a passar o tempo?
Quem saber secar as lágrimas
que intencionalmente insistem em lamentar
o que de nada adianta?
Pois que adiantado está o relógio,
e o tempo é inexorável,
seu passar irrecuperável,
suas marcas indeléveis,
seu passar imutável
e nada regressa,
nada se inicia,
nada se repara,
nada será o que jamais foi,
e só resta o depois
do que nunca houvera
e ainda que se quisera
ainda que tanto se desejasse
tudo agora é tão tarde
é fogo que não mais arde,
jamais labareda de novo,
e antes que mais se perca,
que mais se lamente
resta o único prazer,
que talvez nem contente,
de saber que tudo afinal tem um fim,
até mesmo o momento do desespero
de quem nada mais espera
além do final do tempo
que na verdade
há muito findou
e de onde tão pouco restou
fora a imensa saudade
e essa enorme vontade
de que tal não se repita
em tantas outras vidas
e que não restem perdidas
todas as partidas
ou o partido coração
que um dia de tanto amar
foi tão grande
como a imensidaão do mar
e tanto quis se doar
que ao final só doeu
por tudo que se perdeu...

Mas há muitas estradas
ainda por trilhar.

Lucas Castro
Enviado por Lucas Castro em 16/04/2009
Alterado em 02/05/2009
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Você deve citar a autoria de Lucas Castro e o site www.eporfalarpoesias.net). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras